Clínica

Praça Sílvio Romero, 55

6° andar sala 67

Tatuapé - São Paulo

CEP 03323-000

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco

Todos os direitos reservados Equilíbrio Nutricional - 2019.

Desenvolvido por DnA - DESIGN 'N' ANIMATION.

Buscar
  • EQUILÍBRIO NUTRICIONAL

Benefícios da Cúrcuma para o Cérebro




Você sabia? Pesquisadores comprovaram que a cúrcuma atua no organismo aumentando alguns neurotransmissores, como a serotonina, que regula o humor e o sono. Fique por dentro dos benefícios da cúrcuma para o cérebro!


A cúrcuma é bastante útil para reduzir sintomas de depressão, de acordo com uma pesquisa realizada pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq-USP). Em testes realizados com animais, os pesquisadores comprovaram que a cúrcuma atua no organismo aumentando alguns neurotransmissores, como a serotonina, que regula o humor e o sono.


Alguns pesquisadores acreditam que as diferenças na incidência entre os casos de câncer observados na Índia e na América do Norte devem-se ao fato de os asiáticos consumirem uma maior quantidade de cúrcuma nas refeições.


Um estudo do Centro de Pesquisa do Câncer de Cork, na Irlanda, comprovou que a curcumina, presente na cúrcuma, pode matar as células cancerígenas. Publicado no British Journal of Câncer, a pesquisa mostrou que o condimento foi capaz de destruir as células do câncer de garganta. Outras pesquisas também têm relacionado o potencial da curcumina para tratar a doença de Alzheimer e a fibrose cística, além de outros tipos de câncer.


No M.D. Anderson Câncer Center, nos Estados Unidos, a curcumina inibiu proteínas associadas ao desenvolvimento de câncer de cólon, pele, mama e próstata. No Brasil, um estudo realizado pela bióloga Marcella Lemos Brettas Carneiro, na Universidade Federal de Goiás (UFG), mostrou que cerca de 90% das células de melanoma - o tipo mais grave de câncer de pele - morreram ao receber altas concentrações da substância.


Além disso, segundo uma pesquisa da Universidade da Califórnia (EUA), esse tempero diminui o risco da doença de Alzheimer, pois reduz a formação de placas nas células nervosas (neurônios) no cérebro que atrapalham seu funcionamento.


COMO CONSUMIR?

A cúrcuma pode ser usada para temperar, frango, arroz, peixes, patês, massas, etc. O ideal é diluir a quantidade a ser utilizada em água antes de adicioná-la à preparação.

26 visualizações